Inaugurando seu Centenário, a Campos Salles foca na Internacionalização, Mobilidade Estudantil e Aviação


Inaugurando seu Centenário, a Campos Salles foca na Internacionalização, Mobilidade Estudantil e Aviação

Reconhecida como uma das mais tradicionais e respeitadas instituições de ensino de São Paulo, as Faculdades Integradas Campos Salles sempre se diferenciaram por manter o foco na inovação, acompanhando de forma ágil as transformações do mercado e as principais tendências na área de tecnologia. Perto de chegar ao seu centenário – que será comemorado em 2024 – a Campos Salles dá um passo importante para atravessar os próximos 100 anos na vanguarda do ensino: está investindo pesado na internacionalização e na mobilidade estudantil como forma de preparar seus alunos para um mercado que está cada vez mais globalizado e exige profissionais com uma visão ampla, que vá muito além do olhar voltado apenas às questões do seu próprio país.

Para tanto, o aluno que ingressa hoje em um curso de graduação na Campos Salles é preparado, desde o primeiro semestre, para vivenciar uma experiência internacional, que é propiciada graças às parcerias firmadas com renomadas universidades no Chile, Portugal e Estados Unidos. O diferencial é que, ao optar por fazer alguns módulos de sua grade curricular no exterior, o estudante não paga nada mais do que o valor da mensalidade do seu curso, tendo que custear apenas a alimentação. a passagem aérea e a hospedagem são subsidiadas pelo convênio. Dentro da parceria, ele pode passar de dois meses até um ano lá fora. “Trata-se de um amplo programa de inclusão social que foi possível graças ao envolvimento não apenas da Campos Salles e das universidades internacionais parceiras, mas de instituições financeiras nacionais, companhias aéreas, consulados e instituições especializadas em hospedagem estudantil”, explica o professor Jonathas Carvalho Batista, chanceler institucional das Faculdades Campos Salles.

Quem faz pós-graduação, MBA ou mestrado na Campos Salles também tem chance de cursar alguns módulos no exterior pagando apenas o valor da mensalidade do seu curso no Brasil, com a possibilidade, ainda, de trabalhar até 20 horas semanais lá fora para ajudar a se manter. Para que os estudantes tenham condições de acompanhar os cursos no exterior, a faculdade oferece aulas de língua estrangeira como disciplina complementar, a preços bem camaradas.

“Nossa meta é chegar ao centenário com 10 polos internacionais e com pelo menos 20% de nossos alunos complementando seus estudos no exterior”, diz o chanceler. “Hoje já temos escritórios em Lisboa e Tampa, o que dá maior conforto e segurança aos nossos estudantes”..

A partir de julho, também será inaugurada, como parte das comemorações do centenário, a Escola de Aviação Civil – EWM Campos Salles e o curso superior de Aviação Civil. O objetivo é suprir a demanda por profissionais capacitados na área devido à vinda de várias companhias aéreas estrangeiras ao mercado brasileiro. “Ja temos uma parceria fechada com uma grande companhia para formação e treinamento da equipe, e estamos fechando acordo com outras”, ressalta o chanceler.

Parte importante da história da Lapa, a Campos Salles contribuiu, ao longo dos quase 100 anos de existência, para o desenvolvimento da região. Nasceu, em 1924, como escola de datilografia, transfornando-se ao longo dos anos, em escola de comércio, escritório contábil e escola normal. Atualmente a instituição oferece escola regular do ensino fundamental ao médio e ensino superior.

Como forma de prestar serviço à população da região, mantém um departamento jurídico e um núcleo de informações fiscais, que auxiliam pessoas de baixa renda em questões legais e relativas à declaração de impost0 de renda, entre outras. Há alguns ano, as Faculdades Campos Salles também atuam em parceria com o Camp Oeste, entidade mantida pelo Rotary Lapa. “A cada semestre, recebemos um grande número de alunos do Camp Oeste, que estudam aqui de forma subsidiada”, explica Jonathas Carvalho Batista.